BDM Digital e Senac Hub Academy realizam projeto para a inserção de jovens no mercado de games

Assessoria de Dakila

Para fomentar a produção de jogos digitais em Mato Grosso do Sul e mostrar aos jovens que além de um game, é possível fazer da diversão um trabalho, o BDM Digital, em parceria com o Senac Hub Academy e a Startup Hard Engage, realizam o projeto piloto “Hard Engage Academy”. Nesta etapa inicial, duas instituições de ensino público estadual participam da iniciativa durante o mês de agosto.

A indústria de jogos digitais ocupa, hoje, o segundo lugar entre os negócios de entretenimento no mundo, perdendo apenas para a TV. Uma pesquisa divulgada no mês de julho pela Abragames (Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos Digitais), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos (ApexBrasil), aponta que o Brasil teve um salto de 169% no desenvolvimento de jogos nos últimos quatro anos, passando de 375 para mais de mil estúdios de produção.

A pesquisa revela que a região Sudeste ainda concentra mais da metade dos estúdios de desenvolvimento de jogos (57%), seguido do Sul (21%), Nordeste (14%), Centro-Oeste (6%) e Norte (3%). Com base nesses dados, o Senac Hub Academy quer mostrar aos jovens sul-mato-grossenses como é o mercado e as profissões que integram este setor, mesclando entretenimento com educação.

“Quando falamos de games, não nos referimos apenas ao ato de jogar, mas de mostrar aos jovens como esse segmento necessita de profissionais. Desde a produção do jogo até de fato jogadores qualificados, existe muito mercado de trabalho, mas poucas pessoas capacitadas para assumir os cargos”, afirma Ederson Roberto da Costa, docente de nível superior do Senac Hub Academy.

Dentro dessa missão de propagar o conhecimento e mostrar aos jovens que tecnologia é o caminho para o futuro, o BDM Digital se insere na parceria a fim de mostrar que cripto ativo e games são assuntos que se complementam. “Normalmente, os jovens têm mais facilidade com a tecnologia, sabem mexer em tudo dentro de um aparelho eletrônico. Queremos acompanhar o desenvolvimento deles e direcioná-los também ao ensino financeiro, auxiliando-os na colocação no mercado de trabalho. O BDM é uma tecnologia, assim como os jogos virtuais e o metaverso, tudo se direciona ao futuro”, afirma Larissa Kautzmann, diretora do BDM Digital.

Daniel de Souza, CEO da Hard Engage, é quem está à frente desse projeto piloto que inicia no dia 03 de agosto. Dentro das missões de sua startup, uma delas é levar o conhecimento e mostrar aos jovens, principalmente de escolas públicas, o futuro na carreira de games. “Trabalhar o social é algo que nasceu junto a minha empresa. Não oferecemos só um serviço de melhorias em jogos, mas buscamos unir pessoas, ensinar a garotada sobre esse mercado que está cada dia crescendo mais e carece de profissionais; e também descobrir novos talentos”

“O projeto piloto vai ser bem bacana, além de mostrar aos jovens os detalhes do segmento, vamos criar uma comunidade, pois Mato Grosso do Sul ainda não conhece a imensidão que tem essa área. O BDM Digital acreditou na nossa iniciativa, sendo uma oportunidade para que os alunos aprendam também sobre o ativo; e vejam que existem empresas que acreditam no futuro deles”.

Itinerário Formativo Profissional

Os itinerários formativos integram o novo ensino médio da Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso do Sul e são compostos por um conjunto de unidades curriculares, que possibilitam aos estudantes aprofundar seus conhecimentos e se preparar para prosseguir com os estudos ou para o mundo do trabalho.

As escolas estaduais escolhidas para participar do projeto piloto são: Waldemir Barros da Silva, na Moreninha 1, e Padre João Greiner, no Estrela do Sul. Ambas de ensino em tempo integral e possuem o Itinerário Formativo Profissional, inclusive a capacitação voltada para projetos de games.

Eduardo Oliveira, diretor da Escola Estadual Waldemir Barros da Silva, agradece o olhar do BDM Digital para os jovens visando um futuro promissor. “É muito importante contar com a iniciativa privada junto a pública para fortalecer o avanço no ensino dos nossos alunos. Nesse momento estamos dando o start neste projeto que vai agregar muito ao currículo dos estudantes, e certamente terão diversas oportunidades profissionais através dessa parceria”.

“Nós da Escola Padre João Greiner ficamos muito felizes com essa união junto aos alunos do curso de projetos de games, pois vai trazer exatamente o que eles precisam: a prática de como é o mercado de trabalho nessa área e que é possível ter um futuro brilhante fazendo algo que gosta. Eles estão bem empolgados”, afirma Roberto Bezerra Benitez, coordenador do curso de jogos digitais da escola.

Nesta etapa inicial, apenas duas escolas públicas participam do projeto. Novas turmas poderão surgir, a fim de mostrar aos adolescentes do ensino médio/técnico como o mercado de jogos está em grande expansão e precisa de profissionais capacitados.

Siga as redes sociais do BDM DigitalSenac Hub Academy e Hard Engage e acompanhe todo o passo a passo dessa turma do projeto “Hard Engage Academy”.

Academy”.