VIVA O PORCO!

Antes de saudar o maioral, quero aqui registrar um fato que me chamou a atenção e deveria ser copiado por outros árbitros brasileiros. No jogo em que o Comercial de Campo Grande foi eliminado pelo Sete de Dourados, o árbitro da partida adotou uma postura sensacional em relação à “cera” que os douradenses tentaram fazer para segurar o resultado que lhes era favorável. Cada veza que um jogador caia em campo, o árbitro não permitia a entrada da equipe médica, determinando a entrada da maca. Foram oito “quedas” sem motivos aparentes e oito entradas dos maqueiros em campo. Ao final, ainda deu seis minutos de acréscimos. Isto posto viva o Campeão Paulista 2017, viva o Porco, maioral, sensacional, espetacular, imbatível. Viva o Porco!

Jota Menon