Sociedade organizada discute questões da segurança pública

Presidente da Assema, Edson Nunes, fala durante a reunião na Câmara

 

Associação Empresarial de Maracaju (Assema), através de sua diretoria e associados, promoveu uma reunião na noite de ontem, quinta-feira (11) na Câmara Municipal com autoridades locais para discutir questões ligadas ao setor de segurança pública.

O tenente-coronel PM, Juraci Pereira, comandante da Companhia Independente de Polícia Militar abriu o encontro abordando questões relacionadas à perturbação do sossego, videomonitoramento urbano e fortalecimento da parceria dos organismos de Segurança Pública com a sociedade.

Todos os temas geraram interesse dos empresários presentes, mas, seguramente o que demandou mais discussão foi a questão do videomonitoramento. Como houve uma execução sumária no centro de Maracaju na tarde de ontem, foi deixado claro que se a cidade dispusesse de um sistema de monitoramento eletrônico seria bem provável que os pistoleiros que mataram o policial aposentado tivessem sido capturados.

Nesse item ficou definido que a Associação Empresarial de Maracaju, que organizou reunião e contava com a presença de praticamente todos os seus diretores, se encarregará de realizar uma rifa para arrecadar recursos para a aquisição de câmeras para serem instaladas, inicialmente, nas saídas da cidade e, gradativamente, em todo o perímetro urbano.

O presidente da entidade, Edson Nunes, recebeu o aval de todos os demais diretores presentes para a Assema encabeçar a campanha.

Ficou decidido, ainda, que será elaborado um projeto completo de videomonitoramento e o mesmo será executado por etapa, até que toda a cidade esteja coberta por câmeras de segurança que em muito auxiliarão a Polícia Militar, a Polícia Civil, os Bombeiros e demais autoridades no combate e prevenção de crimes.

Jota Menon e Dafne Veiga Ribas