Servidores são afastados após contato com suspeito de Covid-19

Grupo de servidores que atuam na área verde da UPA 24h (Unidade de Pronto Atendimento), em Dourados, estão sendo monitorados já que tiveram contato com um caso suspeito de Covid-19.

Segundo O Progresso, sete enfermeiros foram afastados. Eles não usavam os paramentos necessários para evitar o contágio do vírus.

O porta-voz do Comitê de Gerenciamento da Pandemia em Dourados, médico Frederico Weissinger, disse que o paciente chegou na unidade junto com o filho, apresentando sinais de AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Durante o atendimento, o filho, que havia sido diagnosticado com a Covid-19, omitiu a informação e só foi contar à equipe clínica no dia seguinte. Devido o contato entre ele e o pai, o paciente acabou entrando na lista de casos suspeitos.

Frederico garantiu que o enfermo não apresentava sinais de insuficiência respiratória, o que garantiu atendimento sem exigências de paramentação específica à Covid-19.

A partir do momento em que ele foi classificado como suspeito, os profissionais foram afastados e estão sob monitoramento da Funsaud (Fundação de Serviços em Saúde de Dourados).

Ele não confirmou o número de servidores, afirmando que a diretoria da fundação ainda não havia notificado o comitê.

Da redação