Real Madrid vira e vai para o jogo de volta em vantagem contra o Bayern

Cristiano Ronaldo comemora primeiro gol no jogo desta quarta-feira - Foto: Luis Gene/AFP

 

Da redação

 

O Real Madrid mostrou nesta quarta-feira que está firme na busca pelo bicampeonato da Liga dos Campeões, o 12º de sua história. Visitando o Bayern de Munique, pelo primeiro confronto das quartas de final do torneio, os merengues saíram atrás levando tento de Vidal, mas contaram com dois gols de Cristiano Ronaldo e com a expulsão de Javi Martínez para conquistar a virada por 2 a 1. Vidal, ainda na primeira etapa, quando estava 1 a 0, perdeu uma penalidade máxima que poderia ter dado outros rumos à partida.

Muito aguardada, a partida desta tarde começou com os alemães saindo na frente e desperdiçando um pênalti na primeira etapa. No segundo tempo, foi a vez de os espanhóis empatarem logo de cara e contarem com dois cartões amarelos em sequência para um dos zagueiros bávaros, além de jogo inspirado de CR7, para irem ao jogo de ida com vantagem.

Os visitantes não se sentiram satisfeito com o 2 a 1 e seguiram em busca de ampliar. Sergio Ramos balançou as redes, mas estava em condição irregular, Ronaldo tropeçou na cara do gol – tudo isso nos acréscimos – , mas o placar se manteve o mesmo até o apito final.

FICHA TÉCNICA

BAYERN DE MUNIQUE 1 X 2 REAL MADRID

Local: Allianz Arena, em Munique (Alemanha)

Data: 12 de abril de 2017, quarta-feira

Hora: 15h45 (de Brasília)

Árbitro: Nicola Rizzoli (ITA)

Assistentes: Riccardo Di Fiore e Filippo Meli (ambos ITA)

Cartões Amarelos: Javi Martínez, Xabi Alonso e Arturo Vidal (Bayern); Carvajal e Kroos (Real)

Gols:

Bayern: Arturo Vidal, aos 25 minutos do primeiro tempo

Real: Cristiano Ronaldo, aos dois e aos 31 minutos do segundo tempo

BAYERN: Manuel Neuer; Philipp Lahm, Javi Martínez, Jérôme Boateng e David Alaba; Xavi Alonso (Bernat), Arturo Vidal e Tiago Alcântara; Arjen Robben, Franck Ribery (Douglas Costa) e Thomas Muller (Kingsley Coman)

Técnico: Carlo Ancelotti

REAL: Keylor Navas; Daniel Carvajal, Sergio Ramos, Nacho Fernández e Marcelo; Toni Kroos, Luka Modric (Kovacic) e Casemiro; Gareth Bale (Asensio), Cristiano Ronaldo e Karim Benzema (James Rodríguez).

Técnico: Zinedine Zidane (Com informações da Gazeta Esportiva).