Rapazes “descartam” a vida após roubo e perseguição trocando tiros com Choque

Na noite desta quinta-feira (16), a coisa deu ‘ruim’, dois bandidos identificados como Anderson Lustroza de Oliveira (23), e Filiphe Chaparro de Oliveira (26), foram mortos em um confronto com o Batalhão de Choque, em Campo Grande.

Aproximava as 23 horas da noite de ontem (16) quando durante rondas pela Rua Alberto Sabin, os militares do Choque saíram atrás de um outro assaltante, porém foram avistados três jovens em um veículo Chevrolet Celta, que apresentaram nervosismo ao avistar a viatura dos policiais e que em seguida empreenderam fuga.

Eles foram alcançados, mas abandonaram o carro e fugiram a pé. Na fuga, um dos bandidos roubou uma motocicleta de um moto entregador de uma pizzaria. Ele foi perseguido e acabou sendo atingido por um tiro nas costas, sendo socorrido e levado para a Santa Casa da Capital, mas não resistiu.

Já o outro criminoso tentou fugir em meio à escuridão efetuando disparos contra os militares, que revidaram atingindo-o. O criminoso foi socorrido e levado para o Hospital Rosa Pedrossian, onde também não resistiu aos ferimentos e morreu. Ele estava com documentação falsa.

A terceira pessoa que estava no carro com os dois bandidos, disse que tinha sido chamado por eles para fazer algumas corridas, como táxi clandestino, é um pedreiro, de 35 anos, que afirmou que pegou um dos autores no Bairro Bonanza e o levou para o Jardim Noroeste, onde o outro ladrão entrou no carro. Ele foi ouvido na delegacia e liberado. (Com assessoria).

Fonte: MS Noticias/Por: Tero Queiroz