Projeto Agrinho: Expomara tem projetos destinados especialmente às crianças maracajuenses

Projeto Agrinho faz sucesso em Maracaju _ Arquivo/Famasul

 

Dentro da programação elaborada pela atual diretoria do Sindicato Rural de Maracaju no sentido de transformar a Expomara no elo entre a cidade e o campo, a Expomara – Exposição Agropecuária de Maracaju – executa mais uma vez o Programa Agrinho que apresenta às crianças participantes uma proposta pedagógica baseada em visão complexa, na inter e transdisciplinaridade e na pedagogia da pesquisa.

Neste ano, com objetivo de proporcionar às crianças maracajuenses os primeiros contatos com o mundo do agronegócio, o Sindicato Rural de Maracaju espera a presença de cerca de 7.000 crianças matriculadas em escolas públicas e particulares no interior do Parque de Exposições Libório Ferreira de Souza. É para esse público que o Sindicato inseriu na Expomara, além do Programa Agrinho, os projetos Casa Encantada e Projeto Lego.

SOBRE O PROJETO – O Agrinho é um programa de responsabilidade social do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/MS) e da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do sul (FAMASUL), desenvolvido em parceria com o Governo Estadual e com as Prefeituras por meio das Secretarias Municipais de Educação, empresas e instituições públicas e privadas.

O programa iniciou as atividades em 2016 com 40 municípios parceiros, 348 escolas municipais e estaduais e previsão de atender 120 mil alunos durante o ano letivo.

O Agrinho tem como objetivo a complementação de atividades de aprendizagem para alunos do ensino fundamental, garantindo que, ainda na fase inicial de sua formação escolar, tenham contato com assuntos que os façam fortalecer a consciência ambiental e de relevância social promovendo uma educação crítica e reflexiva.

Participam do Programa crianças e jovens do 1º ao 9º ano do ensino fundamental das escolas da rede pública de ensino e seus professores.