Prefeitura inicia negociações para conclusão de anel viário em Campo Grande

Proposta de desapropriação foi feita a donos de terrenos particulares

A Prefeitura de Campo Grande inicia negociação com os donos de duas propriedades particulares para concluir obras da última etapa do macroanel rodoviário. O trecho iniciado no ano de 2011, orçado em R$ 29,2 milhões, tem duas pontes e 24 quilômetros de extensão, ligando parte da MS-080 e da BR-163, além de cortar a MS-010, em direção a Rochedinho. Conforme o assessor técnico da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep), Leonardo Barbirato, foi oferecido aos proprietários parcelamento da indenização em oito meses ou permuta por uma área do município com valor de mercado equivalente.

“Estas propostas foram feitas de acordo com a situação financeira do Município”, enfatizou Barbirato. “Estamos bem otimistas em relação às negociações. Agora vai depender dos proprietários dos locais”, acrescentou.

Conforme Barbirato, as negociações podem avançar, devido a novo cenário inaugurado pela atual gestão. “Eles [os proprietários] diziam que no passado não conseguiam conversa, por isso estou subsidiando todas as informações que eles pedem e tudo está se encaminhando bem. A expectativa é grande”, disse o assessor.

A área maior é de 60 mil m² e a outra de 6 mil m². Os dois imóveis  passaram por perícia encomendada pela prefeitura. Depois, foram avaliados por oficial de Justiça e definidos os valores das indenizações. “Os últimos valores para essas duas propriedades, aos quais eu tive acesso, são de R$ 1,45 milhão para a maior, e R$ 340 mil para a menor, mas que ainda devem ter subido um pouco depois da sentença”, explicou Barbirato.

Conforme a assessoria de imprensa da Prefeitura, 68% da obra estão concluídos.

Fonte: Correio do Estado