Políticos e empresários são alvos de operação do Gaeco

Foto: Rio Pardo News

Políticos e empresários das cidades de Ribas do Rio Pardo, Campo Grande, Dourados e São Gabriel do Oeste ‘acordaram’ nesta terça-feira (12/5), com agentes do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), juntamente com o Batalhão de Choque da Polícia Militar que deflagrou a operação Combustão.

Segundo o site Manchete Popular, a ação visa cumprir 17 mandados de busca e apreensão, autorizados pelo Tribunal de Justiça.

A investigação apurar o desvio de recursos públicos na execução de contratos de aquisição de combustíveis, realizados por meio de abastecimentos fraudulentos e retirados de valores em espécie em posto integrante do núcleo criminoso.

Em Ribas do Rio Pardo, a operação chegou à prefeitura e na porta da casa do prefeito Paulo Cesar Lima Silveira, o Paulo Tucura (DEM).

O roteiro da ação também incluiu a casa do vice-prefeito Luiz Dutra, do empresário Rinaldo Nunes, do ex-secretário de Administração, Aníbal Júnior, e do ex-diretor da secretaria de Obras, Paulo Roberto Santana.

As equipes ainda foram ao posto de combustíveis do empresário Rinaldo, que já chegou a ser preso no episódio da ‘farra das diárias’. Em novembro de 2014, o Gaeco fez a operação ‘Viajantes’ contra irregularidades cometidas por vereadores do município.

Na operação de hoje, não há mandados de prisão.

Luiz Guilherme – Maracaju Hoje