Politicando

MACACO SENTA NO RABO…

Em seu primeiro e único discurso como deputado federal em sete anos na Câmara, Tiririca (PR-SP) anunciou que vai deixar a vida pública “envergonhado” e “decepcionado” com a política e com políticos. Declarou que, embora não tenha feito “muita coisa” na Casa, “pelo menos fiz o que sou pago para fazer”.

 

… E FALA DA VIDA ALHEIA!

Na última segunda-feira (11/12), o jornalista Bernardo Bittar revelou no jornal Correio Braziliense que o Tiririca “falou como se nunca tivesse bebido a água dos privilegiados”, em seu discurso, mas na primeira eleição em 2010 declarou ao TSE que não tinha bens e na segunda, em 2014, declarou patrimônio superior a R$ 521 mil. E, ainda conforme o jornalista, Tiririca “não citou as vezes” que usou bilhetes aéreos reembolsados pela Câmara para que ele e seus assessores mais próximos viajassem para cidades onde, coincidentemente ou não, o palhaço de circo faria seus shows. Se for verdade…

 

POR FALAR EM TIRIRICA

Em relação à história que corre nas redes sociais de que Tiririca iria renunciar para que seu “suplente” José Genoino (PT) assumisse o mandato, é história falsa. Primeiro, porque Tiririca não renunciou. Apenas disse que não quer mais disputar eleições. Segundo, Genoino foi suplente de Tiririca em 2010 e, de fato, foi cotado a assumir o mandato, quando a eleição do humorista como campeão nacional de votos foi contestada no TSE por ele supostamente ser analfabeto.

 

A SUPLENTE

Em 2014, quando os atuais deputados federais foram eleitos, José Genoino já estava condenado em segunda instância e, portanto, inelegível. E seu PT não se coligou com o PR de Tiririca em SP para ter direito a suplência. Caso o humorista resolva deixar o cargo antes do fim do mandato, que assumirá o posto será Luciana Costa, do PPS/SP, atual primeira suplente da coligação que elegeu Tiririca.

 

POR FALAR EM SUPLENTE

Quem está de terno engomado para retornar à Câmara dos Deputados é o ex-deputado federal Fábio Trad (hoje no PSD). Ele vai ocupar a cadeira de Carlos Marun (PMDB/MS), convocado pelo presidente Michel Temer para ocupar o cargo de ministro chefe da Secretaria Geral do Governo, pasta equivalente ao antigo Ministério da Casa Civil.

 

MARUN MINISTRO

O deputado federal Carlos Marun toma posse como ministro de Temer na quinta-feira, 14, depois de encaminhar a votação do relatório da CPI da JBS. Ele será o responsável pela articulação política entre a Presidência da República e os integrantes da Câmara Federal e do Senado da República.

 

DEPUTADO SIMPÁTICO

Apesar de tomar posições que sabidamente desagradam a população de Mato Grosso do Sul, nos corredores palacianos, em Brasília, tem-se que Marun é muito querido entre deputados e senadores e daí teria bastante facilidade para fazer a interlocução entre governo e parlamentares.

 

BOQUINHA

O ex-prefeito de Amambai, município distante 352 km da Capital, Dirceu Lanzarini, que na última eleição disputou uma cadeira na Assembleia Legislativa pelo PR, assume a pasta responsável pela articulação política da gestão de Reinaldo Azambuja (PSDB). Conforme publicação feita no Diário Oficial do Estado da última segunda-feira (11), Lanzarini será o subsecretário de relações institucionais, da Segov (Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica), sob o comando de Eduardo Riedel (PSDB).

 

BOQUINHA (1)

Além de pedir para furar o teto salarial se dizendo vítima de “trabalho escravo”, a ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, queria receber mais de R$ 300 mil em supersalários retroativos. Ela havia solicitado para acumular remunerações retroativamente, desde julho de 2016, quando se tornou secretária de Igualdade Racial, até fevereiro deste ano, quando passou a ser ministra. Filiada ao PSDB, partido que está de saída do governo Temer, Luislinda é pressionada a deixar a pasta.

 

BOQUINHA (2)

O parecer da Casa Civil negando o pleito de Luislinda em 5 de outubro, obtido pelo GLOBO via Lei de Acesso à Informação, mostra que ela pretendia auferir os proventos com “as devidas atualizações e correções”. O Ministério dos Direitos Humanos rejeitou, em primeira e segunda instância, solicitação do GLOBO de acesso ao requerimento da ministra, pela mesma lei, alegando que se tratava de informações de “natureza pessoal”. O caso está na Controladoria-Geral da União (CGU).

 

ADEUS A EVA TODOR

Morreu aos 98 anos no último domingo a atriz Eva Todor, em sua casa, no Rio de Janeiro, onde vivia reclusa desde que recebeu o diagnóstico de Mal de Parkinson há alguns anos. Afastada da TV desde a novela Salve Jorge, da TV Globo, em 2012, ela havia sido internada com pneumonia em março deste ano. Sua última aparição foi em novembro de 2014, quando foi homenageada por amigos artistas no Teatro Leblon.

 

VIVA O PORCO

E a nossa amada Leila Crefisa Pereira já garantiu que não vai faltar dinheiro para o Verdão. Em entrevista ao Globo Esporte na semana passada, a empresária mostrou que tem sangue verde correndo em suas veias. “Queremos ganhar o Campeonato Paulista, a Copa do Brasil, o Brasileirão, a Libertadores e o Mundial de Clubes, porque todos são torneios e campeonatos importantes”. É assim que se fala chefa! E viva o Porco!