POLITICANDO

PROTESTO

Contra a alta carga tributária que encarece produtos e serviços no Brasil, um comboio de mais de mil veículos, conforme a organização protesto, percorreu 125 km de Dourados a Pedro Juan Caballero para comprar gasolina brasileira mais barata no último domingo no Paraguai. Enquanto em MS o preço ultrapassa R$ 4,20 o litro, o grupo pagou R$ 2,65 na cidade paraguaia.

 

PROTESTO (1)

Organizador do protesto, o advogado Sindoley Luiz Souza disse que paga R$ 191 para abastecer seu carro em Dourados e gastou R$ 119 em Pedro Juan, R$ 72 a menos. “Esse protesto foi para chamar a atenção da população de que no Brasil somos obrigados a pagar a conta da corrupção com a alta carga tributária”, afirmou Sindoley, que já pensa em novas manifestações.

 

INSEPARÁVEIS

“O Lula vai ser candidato, a Manuela (PCdoB) vai ser candidata, o Ciro (PDT) vai ser candidato, nós vamos dialogar e nada vai nos separar” – afirmou em Campo Grande no último sábado o ex-ministro petista Gilberto Carvalho, que foi assessor e conselheiro do presidente Lula em seus dois governos e chefiou a Secretaria Geral da Presidência da República no governo Dilma Rousseff. A declaração foi feita em discurso na sede da Fetems, onde Carvalho participou na Plenária Estadual de Frente Brasil Popular em Mato Grosso do Sul.

 

COMO DA OUTRA VEZ

O deputado federal Celso Russomanno (PRB) novamente lidera uma corrida por um cargo no Executivo. A pesquisa Datafolha de intenção de votos para o governo de São Paulo em 2018, divulgada na última segunda-feira, mostra o parlamentar em primeiro lugar, com 25% do eleitorado. A situação já havia acontecido em duas disputas para a prefeitura de São Paulo. Em 2012 e 2016, o deputado federal esteve à frente das pesquisas durante boa parte das campanhas, mas não conseguiu nem chegar ao segundo turno.

 

COMO DA OUTRA VEZ (1)

De acordo com a pesquisa, publicada pelo jornal “Folha de S. Paulo”, Russomanno é seguido nas intenções de voto pelo prefeito de São Paulo João Doria (PSDB), com 19%, e o presidente da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf (PMDB), com 13%. O Datafolha testou sete cenários diferentes para o governo estadual. Doria é o candidato do PSDB com mais intenções de voto. O senador José Serra tem, no melhor dos cenários, 14% do eleitorado, enquanto José Aníbal aparece com 2%.

 

ELEIÇÃO 2018

Em uma eleição ainda sem um nome novo, depois da desistência de Luciano Huck e do enfraquecimento de João Doria como candidato tucano ao Planalto, a polarização segue se solidificando entre o ex-presidente Lula e o deputado Jair Bolsonaro. Lula, com alguma vantagem, segue com um olho nas pesquisas, e outro na movimentação do Judiciário.

 

ELEIÇÃO 2018 (1)

Se de fato o julgamento da segunda instância for ágil, como indica o fato de o voto do relator já estar pronto, novas variáveis embaralham de vez o cenário para 2018. Uma eventual condenação em segunda instância pode minar a candidatura do ex-presidente. Ou criar um impasse jurídico com tendência a se arrastar pelo ano eleitoral. Sem Lula, ou com uma guilhotina pairando sobre sua cabeça, a eleição promete ser inteiramente outra. A análise é do articulista de O Globo, Maiá Menezes.

 

GILMAR MENDES

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), evitou comentar críticas feitas a ele por integrantes da força-tarefa da Lava-Jato no Rio. De acordo com procuradores do Ministério Público Federal (MPF) no estado, decisões do magistrado libertando investigados da Operação Cadeia Velha devem ser revistas. Eles dizem que os recursos deveriam ser relatados pelo ministro Dias Toffoli, que já negou habeas corpus aos deputados estaduais Jorge Picciani e Paulo Melo, ambos do PMDB. Questionado nesta segunda-feira, Gilmar primeiro não quis falar. Depois, limitou-se a dizer: — Isso vai ser discutido.

 

AINDA O GILMAR MENDES

Os integrantes da força-tarefa contestam a prerrogativa de Gilmar para julgar monocraticamente — ou seja, sozinho — fatos relacionados à Operação Cadeia Velha. Eles afirmam que as decisões dadas por ele na última sexta-feira libertando os empresários do setor de ônibus do Rio Jacob Barata Filho e Lélis Teixeira precisam ser revistas. Essa foi a terceira vez que Gilmar libertou Barata. Uma equipe da Procuradoria-Geral da República (PGR) analisava o caso. A procuradora-geral, Raquel Dodge, deve decidir nesta segunda-feira se questiona ou não a decisão de Gilmar.

 

LIBERTADORES

Com o fim do Brasileirão 2017 no último domingo, garantiram vaga na Libertadores o campeão Corinthians, seguido de Palmeiras, Santos, Grêmio, Cruzeiro e Flamengo. Vasco e Chapecoense vão disputar a chamada “pré-Libertadores” e o Atlético Mineiro torce para o Flamengo ser campeão da Sul-Americana para entrar nessa repescagem. Caso isso aconteça, o Sport do Recife vai disputar a Sul-Americana do ano que vem, junto com Botafogo, Atlético-PR, Bahia, São Paulo e Fluminense. Rebaixados na rodada de domingo, o Coritiba e Avaí vão acompanhar a Ponte Preta e o Atlético-GO na Série B em 2018.

 

SÉRIE B

Na Série B, o América de Minas Gerais foi o campeão e, além de retornar à elite do futebol nacional, garantiu a participação direta nas oitavas de final da Copa do Brasil, em 2018. O Internacional (RS), Ceará (CE) e Paraná Clube (PR) se substituirão os rebaixados da Série A.

 

E VIVA O PORCO!

Até que pelos jogos medíocres que protagonizou contra o algoz, não ficou de todo ruim o vice-campeonato brasileiro. Que os erros de 2017 sirvam de exemplo e não ocorram em 2018. Viva o Porco!