Polícia identifica agiotas que cobravam até 20% de juros ao dia

Foto: Divulgação/Campo Grande News

A Polícia Civil identificou por meio de investigações, um esquema de agiotagem formado por grupo de colombianos que cobravam até 20% de juros ao dia, em Dourados. A quadrilha foi alvo de mandados de busca e apreensão, e durante a operação, os policiais ainda apreenderam R$ 20 mil e prenderam seis pessoas.

Conforme o Campo Grande News, a ação foi chamada de Operação Colômbia e aconteceu na sexta-feira (5/6), depois que policiais da Defron (Delegacia Especializada de Repreensão aos Crimes de Fronteira) receberam denúncias sobre o esquema de agiotagem no município.

Os autores, todos colombianos, empresavam dinheiro com taxas exorbitantes para pequenos comerciantes de Dourados.

A investigação aponta três endereços usados pelo grupo, e acabaram sendo vistoriados pelos agentes.

Além do dinheiro apreendido como citado nesta reportagem, diversos comprovantes de envio de dinheiro para a Colômbia foram encontrados e apreendidos.

Os policiais, ainda segundo o Campo Grande News, encontraram cadernos com anotações de controle financeiro, cartões de publicidade e panfletos, e descobriram que parte dos registros de empréstimos e recebimentos eram feitos através de um aplicativo de celular.

Os seis colombianos levados para a delegacia prestaram depoimentos e foram indiciados por “crime contra a economia popular, na modalidade de usura pecuniária”, ou seja, agiotagem.

Conforme a polícia, o mesmo esquema é aplicado também em outros Estados como São Paulo, Goiás, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Ceará.

Em Dourados, a orientação é que as vítimas da quadrilha procurem a Defron para prestar esclarecimento e auxiliar as investigações.

Luiz Guilherme – Maracaju Hoje