PoderData: 52% desaprovam e 39% aprovam governo Bolsonaro

Trabalho de Bolsonaro é avaliado como "ruim" ou "péssimo" por 51%
A taxa de desaprovação do governo Bolsonaro é de 52%, mostra pesquisa PoderData realizada de 19 a 21 de junho de 2022. O percentual é o mesmo do último levantamento.
A aprovação do governo também apresentou estabilidade em 15 dias. Oscilou de 37% para 39% no período. Essa taxa varia na faixa de 35% a 38% desde o início de março.
Agora, a diferença entre aprovação e desaprovação é de 13 pontos percentuais. Já foi de 36 p.p., na passagem de agosto para setembro de 2021. Há 1 mês, estava em 16 p.p.
A pesquisa foi realizada pelo PoderData, empresa do grupo Poder360 Jornalismo, com recursos próprios. Os dados foram coletados de 19 a 21 de junho de 2022, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 3.000 entrevistas em 302 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. O intervalo de confiança é de 95%. O registro no TSE é BR-07003/2022.
Para chegar a 3.000 entrevistas que preencham proporcionalmente (conforme aparecem na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares de telefonemas. Muitas vezes, são mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os entrevistados que representem de forma fiel o conjunto da população. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.
HIGHLIGHTS DEMOGRÁFICOS
O Poder360 destaca:
Sexo – só 31% das mulheres aprovam o governo; entre homens, a taxa sobe para 48%;
Idade – aprovação é mais alta entre os adultos de 25 a 44 anos (41%) e os de 45 a 59 anos (42%);
Região – moradores do Centro-Oeste (53%) são os que mais aprovam a gestão Bolsonaro;
Renda – aprovação cai para 34% entre os que têm renda familiar de até 2 salários mínimos.
TRABALHO DE BOLSONARO
O PoderData também perguntou aos entrevistados sobre a avaliação do trabalho de Jair Bolsonaro (PL). Para 51%, o desempenho do presidente é “ruim” ou “péssimo”, enquanto 31% o avaliam como “ótimo” ou “bom”. Os que  consideram regular são 16%.
A taxa “bom/ótimo” de Bolsonaro vinha oscilando para cima, de dezembro de 2021 até o fim de fevereiro de 2022. O movimento favorável foi interrompido em meados de março, quando a curva variou de 30% para 27%. Depois desse período, a taxa se mantém na faixa de 27% a 29%.
GAP: 20 P.P. A diferença entre os que acham o trabalho de Bolsonaro “ruim” ou “péssimo” e o avaliam como “ótimo” ou “bom” é de 20 pontos percentuais. É a mesma de 15 dias atrás. A maior distância foi 35 p.p, em novembro de 2021.
ESTRATIFICAÇÃO
Os homens (37%) e os que moram no Centro-Oeste (42%) são os que mais acham o trabalho do presidente “bom” ou “ótimo”.
Já os que residem no Nordeste (65%) consideram como “ruim” ou “péssimo”. Para 53% dos idosos com mais de 6o anos, o trabalho de Bolsonaro é avaliado negativamente.
METODOLOGIA
A pesquisa PoderData foi realizada de 19 a 21 de junho de 2022. Foram entrevistadas 3.000 pessoas com 16 anos de idade ou mais em 302 municípios nas 27 unidades da Federação. Foi aplicada uma ponderação paramétrica para compensar desproporcionalidades nas variáveis de sexo, idade, grau de instrução, região e renda. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.
As entrevistas foram realizadas por telefone (para linhas fixas e de celulares), por meio do sistema URA (Unidade de Resposta Audível), em que o entrevistado ouve perguntas gravadas e responde por meio do teclado do aparelho. O intervalo de confiança do estudo é de 95%.
Para facilitar a leitura, os resultados da pesquisa foram arredondados. Devido a esse processo é possível que o somatório de algum dos resultados seja diferente de 100. Diferenças entre as frequências totais e os percentuais em tabelas de cruzamento de variáveis podem acontecer devido a ocorrências de não resposta. Este estudo foi realizado com recursos próprios do PoderData, empresa de pesquisas que faz parte do grupo de mídia Poder360 Jornalismo.
A pesquisa está registrada no TSE sob o número BR-07003/2022.



Se você saber alguma informação importante para nosso Estado, conte para o Hoje Cidades.

Se você tem fotos, vídeos de alguma informação importante aos moradores de Maracaju e toda nossa região, fale com nossa Redação neste link – Faça sua Denúncia

REPORTER POR UM DIA: Nossos leitores ou ouvintes pode nos enviar vídeos, fotos de sua denúncia, flagrantes, flagrantes inusitados, reclamações, sua identidade será mantida em sigilo, conforme previsto na Constituição brasileira entre os direitos fundamentais, no art. 5º, inciso XIV, o qual assegura o direito de acesso à informação, “resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional“. Envie seu material neste link – Fale Conosco