Operação conjunta Polícia Civil – Energisa: Autuados terão que pagar por energia furtada.

Equipe da Energisa depois da operação

Na operação envolvendo profissionais da energia e agentes da Polícia Civil, para combater o fruto de energia elétrica, realizada ontem,na cidade de Maracaju, foram vistoriados 16 pontos suspeitos, sendo constatados furto de energia em todos eles, e 11 pessoas encaminhadas à delegacia para prestarem esclarecimentos. Os responsáveis pelos furtos constatados, foram autuados e terão de pagar pela energia consumida durante o período da fraude. Ao todo, 20 equipes da Energisa, 3 peritos e 1 delegado participaram da ação, totalizando 50 pessoas envolvidas.

As inspeções foram realizadas com base em informações do Centro de Inteligência de Combate a Perdas que monitora constantemente o comportamento de consumo dos clientes. A Energisa atua em todo o estado no combate a furtos de energia, uma obrigação regulatória determinada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Vale lembrar que para denunciar casos de furto de energia, o cliente pode entrar em contato pelo Canal de Atendimento – Call Center 24 horas: 0800 722 7272, pelo aplicativo Energisa ON e pelas Redes Sociais.

Ao final da operação, o Delegado Amilcar Romero, em entrevista à Radio Cidade AM, recomendou que as pessoas “deixem essa prática criminosa”, que caracteriza furto, como de qualquer outra coisa – “Quem furta energia, é como quem arromba o patrimônio alheio e subtrai os pertences que não seus”, comparou.

Narcizo Corpes – ASCOM ENERGISA.