No seu dia, índio Terena Alcides Maciel visita RCM

Alcides Maciel bate-papo com a reportagem do MH Digital na sede da Rádio Cidade _ Foto: Fabrício Souza

 

Da Redação

 

Nascido na Aldeia Brejão, no município de Nioaque, Alcides Maciel é índio da etnia Terena e, dos seus 77 anos de vida, 45 anos ele passou na cidade de Maracaju, onde vive na residência de sua filha que já lhe presenteou com quatro netinhos.

Neste dia 19 de abril, data em que se comemora o Dia do Índio no Brasil e nos demais países do continente americano (as três Américas), Alcides Maciel visitou a Rádio Cidade Maracaju para agradecer a homenagem feita pelo programa “Primeira Hora” pela passagem do dia consagrado a todos os indígenas brasileiros.

Em rápido bate-papo com o jornalista Jota Menon, um dos apresentadores do programa “Primeira Hora”, Alcides contou um pouco de sua vida, relatando fatos como os assassinatos de seu pai e, depois, de seu padrasto, assim como falou das andanças pelas fazendas do Sudoeste Sul-mato-grossense, onde trabalhou nas lavouras, até chegar, em 1972, à cidade de Maracaju onde vive até os dias atuais.

Sempre com um sorriso no semblante, Alcides falou sobre os poucos mais de três anos que frequentou a escola – parou pela metade da 4ª série do hoje Ensino Fundamental, sem nunca ter sido reprovado – e já há muitos anos deixou de tomar cachaça. A despeito de todas as agruras pelas quais passou nas suas quase oito décadas de vida, Alcides se diz um homem feliz que “acredita em Nosso Senhor Jesus Cristo”.