Menino de cinco anos morre ao ser atingido por bala perdida durante Ano Novo em SP

Arthur Aparecido Silva, de 5 anos, morreu vítima de uma bala perdida - Arquivo pessoal

Criança só deu entrada na UTI mais de cinco horas depois de ser baleada

 

O GLOBO

02/01/2018 – 10h12

RIO – Um menino de cinco anos morreu ao ser atingido por uma bala perdida na madrugada desta segunda-feira em São Paulo, durante a comemoração da virada de ano. As informações são do G1.

Arthur Aparecido Silva brincava no quintal com outras crianças quando foi baleado. A vítima fazia bolinhas de sabão até que caiu no chão. Familiares notaram que ele tinha um sangramento na nuca.

O menino foi inicialmente levado para o Hospital Family, que é particular, onde foi constatado que o ferimento foi provocado por arma de fogo, após realização de exames. Como no local não havia Unidade de Terapia Intensiva (UTI), Arthur precisou ser transferido.

A criança só conseguiu internação numa UTI cinco horas após ser baleada. De acordo com Rosana Aparecida, tia do garoto, a família tentou vaga em aproximadamente dez hospitais, entre públicos e particulares.

— Aí passamos para os particulares, ligamos para o São Camilo, ligamos para o Metropolitano, no Sabará, no Albert Sabin, no que ia lembrando, nos próximos aqui da região, no Santa Cecilia. Ligamos em vários, gente. Nenhum tinha vaga. UTI Infantil. Será que nenhum tinha vaga? Nenhum? — questionou Rosana ao G1, que completou:

— Só conseguimos internar o Arthur porque, meu pai, meus primos foram até o hospital Pirajussara. Chegaram lá e falaram com a pessoa responsável pela internação. Ela assustou, disse que é grave. Ou remove ou ele morre, é grave, então remove.

Arthur só deu entrada no Hospital Pirajussara às 7h e não resistiu aos ferimentos. O corpo dele permanecia no Instituto Médico Legal (IML) em Taboão da Serra (SP) até a manhã desta terça-feira, à espera da liberação para ser enterrado.