Maracaju tem 3 casos suspeitos de Zika

O Aedes Aegypti não transmite apenas a Dengue, que por sinal, em Maracaju já contabiliza 568 notificações. O mosquito apesar de pequeno, é transmissor também da Chikungunya e do Zika Vírus.

De acordo com boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde), três prováveis casos de Zika estão sendo investigados em Maracaju.

Casos suspeitos e confirmados da doença no ano passado, de janeiro a outubro, foram de 13 e dois respectivamente na cidade.

Mato Grosso do Sul totaliza de janeiro até agora, 55 pessoas com suspeita de Zika, sendo que 19 atestaram positivo nas cidades de Dourados (10), Campo Grande (3), São Gabriel do Oeste, Bonito, Fátima do Sul, Caarapó, Chapadão do Sul e Três Lagoas, com uma confirmação cada.

Em 2019 todo, o Estado teve 477 notificações, e 131 casos confirmados do vírus.

O Maracaju Hoje destaca que medidas simples como limpeza do quintal, não acumular lixo, cobrir caixa d’água, pneus, garrafas, ajudam a evitar além do Zika Vírus, a Chikungunya e a Dengue.

Luiz Guilherme – Maracaju Hoje