Mais de 12 mil pessoas já foram abordadas em Maracaju

As barreiras sanitárias em Maracaju ou os Pontos de Controle Sanitários como alguns preferem chamar, abordaram mais de 12 mil pessoas nos três pontos da cidade, desde o dia 20 de maio, quando tiveram início os trabalhados por meio da prefeitura, Secretaria Municipal de Saúde, Vigilância Sanitária e Epidemiológica.

O objetivo é saber se quem está chegando à cidade apresenta sinais da Covid-19.

Relatório o qual a reportagem do Maracaju Hoje teve acesso mostra que até 1º de junho, 12.305 pessoas haviam passado pelas barreiras, 6.214 somente no ponto de controle montado próximo ao terminal rodoviário.

3.384 na barreira Maracaju – Campo Grande, na Avenida Marechal Floriano Peixoto, e 2.797 pessoas no sentido Alto Maracaju, que fica na Rua Aristides Alves Martins. Veículos abordados totalizam, segundo o relatório, 7.823.

Até agora, nenhuma pessoa abordada em Maracaju apresentou sintomas do Novo Coronavírus, porém o cenário é diferente se comparado com o Mato Grosso do Sul.

Em todo o Estado, há pontos de controle sanitário principalmente nas divisas com São Paulo e Paraná, e ainda nas fronteiras como o Paraguai e Bolívia. Desde que os trabalhos começaram em março, 426.206 veículos foram parados, e 854.952 pessoas abordadas.

Desse total, 97 foram notificados como casos suspeitos da Covid-19, 17 ficaram em monitoramento, 17 passaram por avaliação médica e, por isso, a doença foi descartada, nove ficaram em quarentena por 14 dias.

Ainda de acordo com o documento, a reportagem constatou que após o isolamento domiciliar de 14 dias, 33 pessoas inicialmente suspeitas de terem contraído o vírus, tiveram o diagnóstico para a doença descartada.

Luiz Guilherme – Maracaju Hoje