ILEGÍTIMO

Na última semana, várias notícias nacionais divulgaram a possibilidade de a Câmara Federal aumentar o mandato do presidente Michel Temer até 2020, por meio de uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição). Caso isso venha a ocorrer, o senador por Mato Grosso do Sul Waldemir Moka (PMDB) já disse que ele será contra. Segundo ele, quem tem que aprovar um mandato maior é a população.

Moka enfatizou que não há legitimidade para que isso ocorra. “Muito se falou sobre esse assunto, mas não sei ao certo se procede. Agora eu, senador, não como líder da bancada, sou contra a qualquer tipo de prorrogação de mandato. Acho que o Congresso não tem essa legitimidade de prorrogar o mandato”. Aia bem, né deputado?

Compartilhar
Notícia AnteriorDESTEMPERADO
PróximaGOVERNADOR PÉ QUENTE