Hoje tem espetáculo da Superlua: a última de 2020

A última Superlua do ano poderá ser vista nesta quinta, a partir das 18 horas.

Se você ama ver a lua em tamanho grande será a última oportunidade, já que a próxima Superlua só poderá ser vista ano que vem: em 27 de abril e 26 de maio de 2021.

O melhor momento para observar a Superlua será no fim da tarde, a partir do por do sol previsto para às 17h36. O satélite estará em seu perigeu, ponto de sua órbita mais próxima da Terra.

A Superlua acontece por dois motivos:

O primeiro é a trajetória da Lua em torno da Terra que não forma um círculo perfeito com sua órbita um pouco achatada. Por causa disso, a Lua atinge, de tempos em tempos, o ponto mais próximo à Terra, evento astronômico conhecido como perigeu. Para a Superlua ser visível, é preciso, também, que seja época de Lua cheia que acontece a cada 28 dias.

Em 2020, a combinação dos dois fenômenos foi registrada três vezes, nos dias 9 de fevereiro, 9 de março e 8 de abril.

Como acontece na primavera do hemisfério norte – outono no Brasil, o fenômeno recebe o nome de Lua das Flores nos Estados Unidos ou Flower Moon. Para observá-la o ideal é estar em um ponto alto da sua cidade.

O fenômeno começou a ser transmitido desde esta quarta-feira, 6, pelo astrônomo Paul Cox, do Observatório Slooh. O observatório já transmitiu a passagem do asteroide 1998 OR2, em 28 de abril. Veja como foi nesta quarta:

Com informações da Exame