Governo começa a discutir reforma com dirigentes de sindicatos dos servidores nesta quarta-feira

Campo Grande (MS) – O Governo do Estado começa nesta quarta-feira (22) a discutir com presidentes e dirigentes dos sindicatos e associações que representam os servidores estaduais as medidas de equilíbrio fiscal, distribuídas em três projetos – reforma administrativa, limite de gastos e previdência. Outra mudança trata do incentivo fiscal, que será debatida com representantes dos setores produtivos. O debate sobre a reforma administrativa abre o primeiro Fórum Dialoga de 2017. O encontro será às 10h, no auditório do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), na Avenida Desembargador Leão Neto do Carmo, no Parque dos Poderes.

Na pauta, o detalhamento da reforma administrativa entregue para análise da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (21) com as medidas adotadas pelo Executivo para manter o equilíbrio fiscal do Estado. O outro item da pauta é o início das tratativas com as lideranças para reforma da previdência estadual, que tem previsão para ser enviada ao Legislativo em março.

O secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica (Segov), Eduardo Riedel, destaca que as discussões com servidores antecedem as medidas necessárias para melhorar o equilíbrio da previdência estadual, que este ano tem previsão de acumular R$ 1,1 bilhão em déficit, na diferença entre o que é arrecadado e o valor pago em benefícios para aposentados e pensionistas.

“Previdência não é do governo e não é do Estado, é dos servidores. Porém temos que ter muita maturidade pra discutir as providências necessárias e não deixar acontecer o que hoje vemos no Rio de Janeiro e no Rio Grande do Sul, onde o aposentado chega na boca do caixa e não têm dinheiro para receber porque no passado os gestores não foram responsáveis”, enfatiza.

Fórum – O Fórum Dialoga é um instrumento construído pelo Governo Estadual com objetivo de facilitar a interlocução com os servidores estaduais. Atualmente, é composto por lideranças de 47 entidades de classe representativas das diferentes categorias do funcionalismo.

Fonte: MS Gov.