Estudante diz que situação de Carmelo Peralta, no Paraguai, é parecida com a de Porto Murtinho

Morador faz demonstração da altura da enchente em Porto Murtinho _ Publicação de Elba Gonçalez Ávalos/Facebook

 

A estudante universitária Rocio R. Rios afirmou, em postagem comentando matéria do “Maracaju Hoje”, que a situação em Carmelo Peralta, cidade do Departamento de Alto Paraguay, no país que faz fronteira com o Brasil, é bastante parecida com a que vive a população de Porto Murtinho, praticamente ilhada depois de mais de 300 milímitros de chuvas que caíram nos últimos três dias.

“Carmelo Peralta está casi en la misma situación muy triste!” assinalou, em espanhol, a estudante paraguaia ao externar seu sentimento em relação aos vizinhos murtinhenses.

Já a murtinhense Mari Ramires foi mais longe e demonstrou insatisfação com a realidade local antes mesmo da excessiva precipitação pluviométrica. “Já estava triste de ver tanto buracos e lixo nas ruas e agora essa água tomando conta da nossa querida Porto Murtinho…” pontuou.

Maria Vasques, Estela Saucedo e o piloteiro Alberto Gimenez, o Toro, também demonstraram consternação com a triste realidade do município.

Elba Gonçalez Avalos publicou em sequência de fotografia que dá a dimensão do tamanho da enchente que se abateu sobre fronteiriça Porto Murtinho.