Enquanto crimes violentos aumentam, roubos e furtos apresentam queda

Foto: Ilustrativa

Se por um lado os índices de crimes violentos em Mato Grosso do Sul apresentam alta em março, primeiro mês de quarentena por causa da pandemia do Novo Coronavírus, por outro, o Estado registrou queda nos casos de roubos e furtos.

Durante essa pandemia, dados da Superintendência de Inteligência de Segurança Pública (SIPS), e da Coordenadoria de Fiscalização e Controle da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), mostram que roubos e furtos diminuíram 31%.

Para o delegado titular da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos) de Campo Grande, Reginaldo Salomão, a redução nos crimes de furto e roubo, incluindo latrocínio, já vinha apresentando redução desde 2018, e no período em que se instalou o isolamento social, os números se mostraram ainda mais acentuados.

“Nós estávamos tendo essa redução em termos comparativo desde 2018 quando fizemos a Operação Matriz Cooper, que atacou os receptadores. Isso diminuiu a demanda de compradores de celulares nos casos de roubo. Já nos furtos, devido a pandemia, as casas passaram a ficar mais vigiadas por conta do isolamento social”, explica Salomão.

Furtos e Roubos em queda

Conforme levantamento, entre 9 de março a 10 de maio de 2020, em comparação com o ano anterior, os índices sãos bons. Em relação aos furtos, foram de 6.325 mil ocorrências em 2019. Para 4.570 este ano. Queda de 28% em todo o Estado.

A redução se mostrou maior no interior, onde a SISP registrou 3.631 mil ocorrências em 2019 contra 2.505 mil em 2020, queda de 31%.

Nos casos de roubo, a SISP informa que a queda registrada no Estado foi de 36%. No ano passado, foram 1.304 ocorrências e neste ano, 838 casos.

Já no interior, o índice foi maior em 2019, quando foram 528 casos, e agora em 2020, foram 265 registros de ocorrência – queda de 49%.

Luiz Guilherme – Maracaju Hoje