Efeito Covid-19: Maracaju tem queda de R$ 1,5 mi na receita

Aos poucos o Novo Coronavírus vai dando sinais que está atingindo também a economia, tanto é prova que Maracaju registrou queda na arrecadação de impostos no último mês. É o que diz o secretário de Fazenda do município, Lenilso Carvalho.

Para a reportagem do Maracaju Hoje, em entrevista na tarde desta segunda-feira (11/5), o secretário disse que as principais fontes de arrecadação – Governo do Estado e União -, tiveram redução de 34% e 25%, respectivamente.

“Nossa principal fonte é o Estado e a União, e já apresentou queda, o que impacta e muito a nossa economia local. Outro impacto negativo é o pagamento do IPTU [Imposto sobre a Propriedade Pedrial e Territorial Urbana], que como a população tem enfrentado problemas com a renda, está deixando de pagar o imposto”, mencionou.

O ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) caiu 25%, o que representa em números exatos, R$ 1,5 milhão de arrecadação a menos.

Com esse cenário, o ‘sinal de alerta’, está ligado, segundo Lenilso que fala em contenção de gastos, mas garante que dos quase 2 mil funcionários públicos municipais, ninguém será demitido.

“Nossa primeira prioridade são as vidas de cada morador de Maracaju, e depois vem a nossa preocupação com a folha de pagamento que estamos projetando pagar primeiro de junho. Quanto aos cortes, o que estamos fazendo é nos readequar, pois o momento pede isso, mas demitir não passa pela nossa cabeça, isso é em último caso”, enfatizou.

Luiz Guilherme – Maracaju Hoje