Deputados pedem explicação sobre prejuízo com greve dos caminhoneiros

Comissão irá a governadoria depois de sessão nesta terça-feira

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, deputado Junior Mochi (MDB), informou que comitiva deve partir depois da sessão desta terça-feira (29) rumo a governadoria em busca de dados sobre o prejuízo causado pela greve de caminhoneiros, assim como soluções adotadas para “amenizar os impostos” aplicados aos combustíveis.

Mesmo considerando legítima a reivindicação dos profissionais, Mochi comprende que a “manifestação não é algo momentâneo, mas um sentimento maior que a população está tendo em relação a carga de impostos e a desilusão com a classe política”. Diante disso, haverá uma conversa com o Executivo para intermediar uma alternativa para o Estado.

Há sete dias a paralisação desencadeou problemas de abastecimento de combustíveis, insumos hospitalares, do agronegócio e gerou prejuízos a indústria de R$ 400 milhões, contabilizados pela Fiems (Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul) desde sexta-feira (25). O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) anunciou, no sábado (26), a redução de R$ 3,90 para R$ 3,65 na pauta fiscal do diesel a partir de 1º de junho. Este ainda ressaltou estar aberto a discutir eventual desconto a ser aplicado na gasolina.

Fonte: Campo Grande News