Dana adia conversa com Conor, mas diz: “Vejo a luta com o Khabib acontecendo”

Na coletiva de imprensa após evento em Liverpool, presidente do UFC conta que reunião com irlandês foi marcada para os próximos dias em Las Vegas

a última semana, Dana White revelou que estaria presente na primeira edição do UFC em Liverpool, mas aproveitaria a viagem para tratar de um assunto sério. O presidente da organização programou uma reunião para decidir o futuro da principal estrela da companhia, Conor McGregor. O irlandês, que não luta desde novembro de 2016, tem uma audiência marcada para o dia 14 de junho em Nova York, após ter atacado um ônibus com lutadores na semana do UFC 223, em abril.

No entanto, na coletiva de imprensa após o evento, Dana disse que o encontro foi adiado para Las Vegas.

– Eu pensei que essa fosse ser a primeira pergunta quando eu entrei aqui. Acabou que não deu certo para esse fim de semana. Conor e eu vamos nos encontrar em Las Vegas nos próximos dias. Nós não nos vemos e não nos falamos desde Nova York, temos que nos encontrar logo. Ao mesmo tempo, não podemos determinar nada do futuro dele até a audiência em junho.

Caso seja condenado, o irlandês pode ter de cumprir até sete anos de prisão por ter jogado um carrinho de carga sobre o veículo, ferindo alguns lutadores como Michael Chiesa e Ray Borg, que acabaram não tendo condições de lutar no evento.

McGregor não compete no MMA desde que se tornou o campeão peso leve do UFC com um nocaute em cima de Eddie Alvarez, em novembro de 2016. O irlandês foi destituído do título por conta da sua inatividade. Durante esse tempo, Khabib Nurmagumedov se tornou o campeão linear da categoria ao vencer Al Iaquinta em abril desse ano. Por conta de uma grande rivalidade entre os lutadores, uma luta entre o irlandês e o russo é muito especulada.

De acordo com Dana White, caso McGregor consiga resolver seus problemas legais, o combate entre eles pode acontecer ainda esse ano.

– Eu estou muito confiante que Conor é a luta que Khabib quer, e que Khabib é a luta que Conor quer. Posso ver isso acontecendo.

Sobre a polêmica vitória de Darren Till em cima de Stephen Thompson, o presidente do UFC disse ter visto outros resultados mais controversos no evento.

– Meu telefone está bombando, todo mundo está me ligando dizendo que foi roubado. Quando você tem rounds tão próximos, acaba se perdendo na contagem. Eu mesmo me perdi, foi uma luta bem difícil de marcar. Honestamente, assim que a luta terminou, eu pensei: “Essa luta pode ir para qualquer um dos dois lados”. É difícil quando você tem dois caras que jogam no contra-ataque, mas o Till estava indo para a frente o tempo todo… são muitas variáveis, fica difícil de julgar. Mas alguns outros resultados dessa noite, principalmente as pontuações, foram absolutamente ridículos. Quando voltar a Vegas vou pedir para Marc Ratner (diretor de assuntos regulatórios do UFC) olhar esses resultados.

Fonte: Campo grande News