Covid-19 se espalha em frigorífico e cidade de MS adota ‘lockdown’

Após confirmação de 12 pessoas infectadas pela Covid-19 ontem (7/5), em Guia Lopes da Laguna, a prefeitura da cidade publicou decreto de ‘lockdown’ (termo em inglês usado para descrever medida de fechamento de regiões durante a pandemia do Novo Coronavírus) já válido para esta sexta-feira (8/5). A Polícia Militar irá fazer a fiscalização.

Segundo o Midiamax, cada pessoa só poderá sair duas vezes de casa durante a semana, de acordo com seu mês de nascimento, para realizar atividades consideradas essenciais. A medida, de acordo com a prefeitura, vai até a próxima quinta-feira, dia 14.

A decisão acontece após casos de coronavírus confirmados entre funcionários e familiares de um frigorífico da cidade. Guia Lopes da Laguna também está em toque de recolher que ocorre das 18h às 5h.

“Hoje são 12 casos confirmados na nossa cidade. Coletamos dez testes, e provavelmente na sexta ou sábado teremos os resultados. Por isso, fiquem em casa”, disse o novo secretário de saúde, Marcelo Gonçalves de Almeida, em um vídeo ao vivo no Facebook, junto com o prefeito Jair Scapini (PSDB) na noite de ontem.

Marcelo assume a secretaria no lugar de Rakél Garcia Farias, que está grávida e se afastou da pasta.

No decreto, ainda de acordo com o site, também constam as atividades comerciais consideradas essenciais, que poderão abrir as portas com normativas, regulamentação da circulação de pessoas, proibição de aglomerações além da entrada e saída de pessoas da cidade.

Segundo a decisão, pessoas nascidas entre janeiro e abril, poderão sair às terças e sextas-feiras. Nascidas entre maio e agosto, às quartas e sábados. E os nascidos entre setembro e dezembro poderão sair às segundas e quintas-feiras. A saída de pessoas no domingo, só com algum tipo de motivo, como à ida a uma unidade de saúde, por exemplo, já que todo o comércio estará fechado.

De acordo com o Censo de 2010 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Guia Lopes da Laguna possuía população de 10.366 pessoas com estimativa de 9.895 habitantes em 2019.

Da redação