Com recuperação da MS-178, município totaliza R$ 111 milhões em obras

Além da restauração do acesso à cidade, governo aponta que 98% da pavimentação da Estrada do Curê foi concluída e prepara entrega de asfalto urbano e casas

Com a aplicação de R$ 9,5 milhões na reconstrução de um trecho de 14 quilômetros da MS-178, entre o aeroporto e a entrada a cidade, o município de Bonito –a 257 km de Campo Grande– totaliza R$ 111,5 milhões em investimentos. A obra da via, assim como outros empreendimentos em execução na cidade, foram vistoriados nesta quarta-feira (23) pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que destacou a tecnologia aplicada em algumas das frentes de operação.

A intenção do governo na MS-178 é permitir que a via dure muitos anos. Para tanto, a engenharia aplicada foi a mesma de grandes obras do Brasil, como a Via Dutra e a rodovia Raposo Tavares –ambas em São Paulo.

“A qualidade da obra evita gastar duas vezes. É o modelo utilizado nas maiores e melhores rodovias do país. Obra tem que ter qualidade. Dinheiro público é para ser bem cuidado. Ele é de todos, de toda a população. O governo é gestor. Não é dono do dinheiro pago pelos impostos da população”, afirmou o governador, durante a inspeção. “O gestor tem de ter muita precaução na qualidade das obras. Estamos entregando obras bem feitas, obras duradouras que, eu não tenho dúvida, vão durar por muitos anos”.

No trecho da via também será implantada ciclovia e pista de caminhada, bem como reforço na iluminação, dando segurança a moradores e visitantes a um dos principais polos do ecoturismo brasileiro. “Já foram registrados acidentes por causa do asfalto remendado e com buracos. Estava muito feio”, disse o empresário Marcos Bontempo, conforme a assessoria do governo estadual.

Rodovias – Apenas em estradas, Bonito recebeu R$ 69 milhões em investimentos. A Estrada do Curê –trecho de 17 quilômetros da MS-178 entre Bonito e Jardim–, que passa pelo rio da Prata, tem 98% de sua obra de pavimentação já concluída.

Reinaldo vistoriou obras na região de Bonito, inclusive a restauração da MS-178Reinaldo vistoriou obras na região de Bonito, inclusive a restauração da MS-178

Além disso, está em andamento a pavimentação de 23,6 quilômetros da MS-382, que liga o Centro de Bonito à Gruta do Lago Azul – orçado em R$ 21 milhões, o empreendimento é bancado pelo Ministério do Turismo.

Reinaldo afirma que recebeu várias rodovias no início de sua gestão “totalmente intransitáveis”, citando como exemplos os acessos entre Juti e Iguatemi, Camapuã e Figueirão, Ponta Porã e Amambai e a MS-040 –que vai de Campo Grande a Santa Rita do Pardo. Segundo o governador, um bom planejamento, por meio de projeto executivo, permitiria dar mais qualidade a essas obras.

Área urbana – Bonito recebe ainda 251 unidades habitacionais, ao custo de R$ 17 milhões. Destas, 87 integram o Residencial Lago Azul, construído em parceria com a União e a prefeitura.

O município também passa por obras de pavimentação nos bairros Jardim Marambaia e Rincão Bonito –o governo arca com os serviços nas ruas Monteiro, das Turmalinas, das Esmeraldas, dos Grafites, do Mármore, Otávio Sanches e dos Topázios. “Com o asfalto vai melhorar 1.000%. Só temos que agradecer, era um sonho”, afirmou Vera Marcia de Oliveira, moradora da rua dos Mármores.

Fonte: Campo grande News