Cliente flagra ratos na padaria de mercado e vigilância espera denúncia

Em 24 horas, vídeo foi compartilhado mais de 2,6 mil vezes e registra 198 mil visualizações

Um consumidor flagrou uma família de roedores andando em cima de uma máquina do setor da padaria do Supermercado Extra, localizado na Rua Maracaju, no Centro de Campo Grande, e registrou em vídeo da situação inusitada. Publicado na noite de sábado (26), o vídeo já possui mais de 198 mil visualizações e 2,6 mil compartilhamentos.

No vídeo, o consumidor identifica a unidade como sendo a do Centro da Capital. Na gravação é possível avistar o primeiro animal percorrendo o espaço e logo depois de chamar atenção de outros clientes, o consumidor segue registrando as imagens.

O rato é visto em cima de um dos maquinários do supermercado e, em seguida, um segundo roedor aparece. O vídeo ainda mostra que os animais foram flagrados no setor onde alimentos ficam expostos para serem comercializados. Pães, bolos e diversos outros produtos fazem parte da sessão.

Um funcionário do setor só aparece após minutos de filmagem. Ao se aproximar do local indicado pelo cliente, o trabalhador acaba assustando os roedores, que fogem.

Por meio de nota, o Extra informou que “todos os procedimentos de manipulação de alimentos nas lojas seguem as determinações da legislação sanitária vigente, e que as imagens do vídeo em questão não condizem com os padrões de qualidade exigidos pela companhia”. A empresa também garantiu realizar dedetizações periódicas, e que já está apurando o fato em questão para tomar as medidas necessárias.

Reclamações/Denúncias – A assessoria de imprensa da Sesau informa que vídeos como este podem até ser postados nas redes sociais, no entanto, não são suficientes para que o estabelecimento seja autuado. É necessário que a denúncia seja formalizada na Vigilância Sanitária e, então, a gravação poderá ser inserida no processo como forma de comprovação. Afinal, quando a fiscalização chega, nem sempre localiza os roedores.

Sendo assim, após denúncia e comprovação, o mercado ou estabelecimento é autuado e responde a um processo administrativo, que obriga a apresentação de plano de dedetização. Neste casos, o vídeo serve como subsídio e auxilia no processo de notificação, mas é importante, que após gravar a situação, a vigilância seja acionada para que a autuação seja imediata.

As denúncias à Vigilância Sanitária devem ser protocoladas pela Ouvidoria/SUS e podem ser anônimas. É necessário que o cidadão anote o número do protocolo para que o mesmo possa ter retorno da reclamação/denúncia realizada.

Atendimento por e-mail é no endereço [email protected] .

Atendimento por telefone nos números (67) 3314-9955 ou 3314-3071 de segunda a sexta-feira das 7h às 17h.

Atendimento presencial na sede da Secretaria Municipal de Saúde Pública, na Rua Bahia, 280 – Centro, de segunda a sexta-feira das 7h às 17h.

Para que sua reclamação/denúncia seja aceita é necessário informar endereço completo com nome da rua número e bairro e preferencialmente fornecer ponto de referência.

Assista ao vídeo:

Fonte: Campo grande News