Briga por rixa passional deixou dois mortos e uma jovem ferida em Campo Grande

Movimento de polícia no local onde ocorreu o tiroteio que acabou com duas pessoas mortas e uma ferida (Foto: Kleber Clajus)

 

A Polícia Civil trabalha com a suspeita de que tenha sido passional a causa do tiroteio que, na noite de terça-feira (12), resultou na morte de Thiago Mizael de Moura, 29, e Guilherme Antônio Lima da Silva de 26 anos, no Parque Isabel Garden, no Bairro Jardim Presidente, em Campo Grande.

De acordo com informações levantadas pela polícia, a atual mulher de Thiago é ex de Guilherme e o crime teria sido um acerto de contas. A adolescente, de 17 anos, estava no momento do tiroteio e ficou ferida. Além disso, os dois teriam rixa da época em que cumpriram pena juntos no sistema prisional.

Ontem à noite, Thiago chegou ao local do crime e disparou contra a cabeça e tórax de Guilherme, que morreu no local. No momento da execução, a vítima estava com o irmão, identificado como José Henrique Lima da Silva, de 33 anos. Para vingar o irmão, José Henrique, que também estava armado, revidou e acertou o atirador.

Sem munições, José teria ido para casa, recarregado o revólver e voltado ao local do crime. Neste momento teria efetuado pelo menos mais dois disparos contra Thiago, que também morreu no local. Em seguida o irmão de Guilherme fugiu.

A adolescente de 17 anos ferida com tiro no abdômen durante tiroteio com duas mortes, no cruzamento das ruas Primavera do Leste e Jorge Budipe, no Parque Isabel Garden, região norte de Campo Grande, foi submetida a cirurgia na Santa Casa e aguarda vaga no CTI (Centro de Terapia Intensiva). O estado de saúde da paciente é grave, segundo informações da assessoria de imprensa do hospital. (Com informações de Mídiamax e CG News).