Agência registra queda de 1,49% no preço médio do gás de cozinha

Produto mais caro achado pela agência ficou 6,4% mais em conta, caindo para R$ 73

O preço médio do gás de cozinha ficou 1,49% mais barato nas duas últimas semanas em Campo Grande, segundo levantamento feito pela ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível). A pesquisa normalmente é divulgada aos sábados, mas a coleta de dados sofreu mudanças com o feriado de 1° de maio e os dados só foram publicados nessa segunda-feira (7).

Para fazer esse estudo, os funcionários do órgão percorrem 115 distribuidoras em todo o estado e 55 na Capital anotando os preços para fazer os cálculos.

Na prática, essa redução não foi sentida nos valores dos botijões mais baratos encontrados na cidade, que desde o dia 15 de abril custam R$ 69. Porém, o produto mais caro achado pela agência ficou 6,4% mais em conta, caindo para R$ 73.

Em Mato Grosso do Sul, a redução no preço médio foi de 0,48%, o que representa uma queda de alguns centavos apenas. Não houve variação nos valores máximos e mínimos, que continuam sendo R$ 90 (em Corumbá) e R$ 58 (em Três Lagoas), respectivamente.

A alegria dos consumidores, porém, deve durar ponto. Ontem a Petrobras anunciou reajuste de 7,1% no gás para as distribuidoras. Espera-se que pelo menos parte desse aumento deva ser aplicado pelas revendedoras, mas os efeitos do acréscimo só devem ser observados nos resultados do próximo levantamento da ANP.

Fonte: Campo grande News